Taxas do IPCA foram arredondadas para cima, diz IBGE

Na verdade, o número ficou em 6,4994%, segundo Eulina Nunes dos Santos, coordenadora de Índices de Preços do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

Rio de Janeiro – A taxa de inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) foi arredondada para 6,5%, no teto da meta estipulada pelo governo. Na verdade, o número ficou em 6,4994%, segundo Eulina Nunes dos Santos, coordenadora de Índices de Preços do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Também houve arredondamento ligeiramente para cima na taxa do IPCA de dezembro.

“Esse 0,50% é resultado de um arredondamento que veio de 0,4970% em dezembro”, explicou Eulina.

Em dezembro, Alimentação e Bebidas tiveram alta de 1,23%; Habitação, de 0,45%; Vestuário, de 0,80%; Saúde e Cuidados Pessoais, de 0,44%; Despesas Pessoais, de 0,68%; Educação, de 0,05%; e Comunicação, de 0,07%. A taxa de Transportes ficou estável (0,00%) e a de Artigos de Residência recuou 0,87%.