Superávit comercial da Argentina cai 38% em abril

As importações cresceram 32% em abril e chegaram a 6,414 bilhões de dólares em relação ao mesmo mês de 2012, apesar das restrições impostas pelo governo

A balança comercial da Argentina registrou em abril um superávit de 1,151 bilhão de dólares, 38% a menos que no mesmo mês do ano passado, informou nesta quarta-feira o Instituto Nacional de Estatística e Censos (Indec).

As importações cresceram 32% em abril e chegaram a 6,414 bilhões de dólares em relação ao mesmo mês de 2012, apesar das restrições impostas pelo governo.

As exportações aumentaram 13% a 7,565 bilhões de dólares, segundo o organismo oficial.

Com o resultado de abril, o primeiro quadrimestre fechou com saldo comercial favorável de 2,462 bilhões de dólares, isso é, 43% a menos que o obtido no mesmo período do ano passado.

O Mercosul concentrou 26% das exportações e 29% das compras realizadas no exterior.

A balança comercial do ano passado fechou com um superávit de U$12,690 bilhões, 27% a mais que em 2011.

O governo impôs restrições às importações, que receberam críticas de alguns de seus sócios do Mercosul e de organismos internacionais como Estados Unidos, Japão e União Europeia.