S&P eleva rating e Portugal reconquista grau de investimento

Standard & Poor's (S&P) elevou o rating soberano de Portugal de BB+ para BBB-

A agência de classificação de risco Standard & Poor’s (S&P) elevou há pouco o rating soberano de Portugal de BB+ para BBB-, com perspectiva estável. Isso significa que o país voltou para o “grau de investimento”, um selo bom pagador.

A S&P ainda elevou a estimativa para o crescimento médio do Produto Interno Bruto (PIB) português entre 2017 e 2020 de 1,5% para 2%.

Em relatório, a agência afirma que espera que a meta para o déficit orçamentário de 1,5% do PIB neste ano seja cumprida e que os riscos para uma deterioração do mercado nas condições de financiamento externo tenham recuado.

A S&P ainda disse acreditar que o Banco Central Europeu (BCE) vai garantir uma transição suave rumo a uma posição monetária menos acomodatícia e que a perspectiva estável é um reflexo da visão da agência de que os riscos para os ratings português estão equilibrados.

“A perspectiva estável equilibra nossas expectativas de um crescimento econômico sólido e maior consolidação orçamentária – bem como o recuo dos riscos para o financiamento externo nos próximos dois anos – contra os riscos de uma piora do ambiente de crescimento externo e vulnerabilidades emanando da alta dívida do setor público”, comenta a S&P.