“Sonegômetro” vai dizer quanto custa sonegação para o Brasil

Sindicato indica que sonegação nesse ano já ultrapassou 130 bilhões de reais

São Paulo – O “Impostômetro” da sonegação será lançado nessa quarta-feira. O Sindicato dos Procuradores da Fazenda Nacional (Sinprofaz) pretende lançar amanhã o “Sonegômetro” – um placar online que mostra em tempo real quanto o Brasil deixa de arrecadar por causa da sonegação.

A contagem começou no dia 1º de janeiro deste ano e até a data de lançamento terá ultrapassado a casa dos 130 bilhões de reais. O sindicato afirma que com o valor sonegado seria possível construir 120.750 km de estradas asfaltadas. 

O “Impostômetro”, por sua vez, afirma que, com o valor arrecadado até agora (cerca de 677 bilhões de reais até a data de hoje), seria possível fornecer cestas básicas para toda a população brasileira por 11 meses. O Impostômetro mostra a quantidade de impostos que já foi paga pelos cidadãos no ano até a data da consulta e foi uma iniciativa do Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT).

Amanhã, dia do lançamento do “Sonegômetro”, um painel móvel, com o placar da sonegação fiscal, vai circular pelas ruas de Brasília para chamar atenção para o assunto, segundo o Sinprofaz.