Sonegação de impostos pode chegar a R$ 415 bilhões em 2013

Sinprofaz estima que a sonegação vai chegar a cerca de 10% do PIB nesse ano

São Paulo – O Sindicato dos Procuradores da Fazenda Nacional (Sinprofaz) estima que a sonegação de impostos pode chegar a 415 bilhões de reais em 2013 – quase 10% do PIB brasileiro.

O estudo elaborado pelo sindicato indica que o valor estimado de sonegação tributária é superior a tudo que foi arrecadado em 2011 de Imposto de Renda (278, 3 bilhões de reais), ou a 90% do que foi arrecadado de tributos sobre Folhas e Salários (376,8 bilhões de reais) ou a quase metade do que foi tributado sobre Bens e Serviços (720,1 bilhões de reais).

De acordo com o estudo, a arrecadação brasileira poderia ser 23% maior caso fosse possível eliminar a evasão tributária. O Sinprofaz lança hoje o “Sonegômetro”, um placar online que mostra em tempo real quanto o Brasil deixa de arrecadar por causa da sonegação.

Para se chegar ao índice de sonegação, o estudo selecionou 13 tributos que correspondem ao 87,4% do total da arrecadação tributária no Brasil (IR, IPI, IOF, INSS, COFINS, CSLL, FGTS, ICMS, ISS, dentre outros).