Soja e açúcar puxam queda de índice de preços

Alimentos no atacado ficaram 1,18% mais baratos em relação a junho, a redução mais intensa desde fevereiro de 2013

Rio – Os alimentos no atacado registraram o quinto recuo consecutivo em julho, no âmbito do Índice de Preços ao Produtor (IPP).

Os preços do setor ficaram 1,18% mais baratos em relação a junho, a redução mais intensa desde fevereiro de 2013 (-2,58%), informou há pouco o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Segundo o técnico Alexandre Brandão, gerente do IPP, a queda de preços da soja e do açúcar, bem como de seus derivados, empurraram o índice para baixo. “Isso vem muito em linha com a época de colheita da safra, tanto da soja quanto da cana-de-açúcar. No caso da soja, ainda tem a safra americana, com uma oferta grande, fazendo com que os preços estejam caindo”, explicou.

No ano, os produtos alimentícios na indústria de transformação já registram queda de 2,88%. Em 12 meses, a alta até julho é de 2,62%, a terceira menor taxa já registrada em toda a série, iniciada em janeiro de 2010.