Siemens vence contrato de US$2 bi para trens para metrô de Londres

Como resultado, cerca de 1.700 empregos indiretos seriam criados em toda a cadeia de abastecimento do Reino Unido"

LONDRES – Uma divisão do grupo alemão Siemens ganhou contrato no valor de cerca de 1,5 bilhão de libras (2 bilhões de dólares) para projetar e construir 94 novos trens para a Linha Piccadilly do metrô de Londres.

O Transport for London (TfL), órgão público encarregado do metrô, disse que o contrato também permitirá que a Siemens Mobility Limited avance com seu plano para construir uma nova fábrica em Goole, ao leste de Yorkshire, no norte da Inglaterra.

“A fábrica da Siemens Mobility Limited empregaria até 700 pessoas em funções de engenharia qualificada e produção, mais um adicional de até 250 pessoas durante a fase de construção da fábrica”, informou o TfL em comunicado.

“Como resultado, cerca de 1.700 empregos indiretos seriam criados em toda a cadeia de abastecimento do Reino Unido”, acrescentou o órgão.

Em março, a Siemens anunciou a locação de 67 acres (27 hectares) de terras em Goole, com intenção de construir uma fábrica de trens de 200 milhões de libras. Na época, a empresa disse que os planos estavam sujeitos ao sucesso em assegurar futuras encomendas.

A Siemens Mobility Limited é subsidiária britânica para trens e negócios de tecnologia em transporte do grupo alemão.

Um porta-voz da Siemens na Alemanha não quis comentar o assunto.

(Por Estelle Shirbon em Londres e Ludwig Burger emFrankfurt)