Shopping centers do país devem vender 8% mais neste Natal, diz Abrasce

Estimativa considera esforços de empreendimentos para diversificar atuação, aproximando-se dos clientes por meio da multicanalidade

São Paulo – Os shopping centers no Brasil devem vender 8 por cento mais no Natal deste ano em relação ao de 2017, com maior fluxo de visitantes na esteira da retomada econômica e estabilidade política, segundo projeção da entidade que representa o setor, a Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce).

A estimativa para o Natal também leva em conta os esforços dos empreendimentos para diversificar a atuação, aproximando-se mais dos clientes por meio da multicanalidade, mostrou levantamento da associação.

“Muitas marcas aproveitam para diversificar a sua atuação, com flagships stores, pop ups, quiosques, entre outros. Esse fator, aliado à comodidade e segurança, nos leva a uma expectativa de aumento de 5 por cento no fluxo”, disse o presidente da Abrasce, Glauco Humai, em nota à imprensa.

Entre as categorias mais procuradas no período, a entidade cita vestuário, brinquedos, calçados, telefonia e perfumaria, com o valor médio gasto variando entre 200 e 300 reais.