Setor de petróleo é o mais endividado, diz a Economatica

O segundo setor com maior volume de dívidas é o de energia, com R$ 171,04 bilhões ou 16,07% do total

São Paulo – A dívida financeira bruta das seis empresas abertas do setor de petróleo e gás é a maior dentre todos os setores, de acordo com um levantamento da Economática, chegando a R$ 320,133 bilhões ou 30,08% da dívida total das companhias.

O motivo disso é que a Petrobras sozinha conta com um endividamento bruto de R$ 307,7 bilhões ou 28,9% do total.

Os dados do estudo referem-se ao segundo trimestre deste ano.

O segundo setor com maior volume de dívidas é o de energia, com R$ 171,04 bilhões ou 16,07% do total.

Esse setor conta com 56 companhias. Em terceiro lugar, aparece o setor de alimentos e bebidas, composto por 17 empresas.

A dívida é de R$ 77,933 bilhões ou 7,32% do total.

Segundo a Economática, a dívida financeira bruta das 349 empresas de capital aberto brasileiras ultrapassou a barreira do trilhão pelo segundo trimestre consecutivo.

No primeiro trimestre deste ano, a dívida total atingiu R$ 1,046 trilhão. Já em junho, somou R$ 1,06 trilhão.

A dívida financeira bruta considera toda a dívida com custo financeiro que as empresas informaram.