Serviços foram surpresa negativa do PIB, diz Miriam Belchior

Sobre a evolução dos investimentos, a ministra disse que o Executivo está trabalhando na linha traçada pela presidente, Dilma Rousseff

São Paulo – A ministra do Planejamento, Miriam Belchior, disse nesta sexta-feira que o dado de crescimento de 0,6% da economia do Brasil no terceiro trimestre do ano esconde a surpresa positiva da alta da indústria e a negativa nos serviços.

Miriam, que nesta sexta participou de um evento com empresários espanhóis em São Paulo, assegurou que apesar do resultado magro do terceiro trimestre, que ficou na metade do 1,2% previsto há uma semana pelo Governo, as autoridades mantêm a previsão de um aumento do PIB de entre 4% e 4,5% para 2013.

A ministra considerou que os resultados trimestrais mostram um crescimento anualizado de 6% no setor industrial, que qualificou de ”surpresa positiva” e disse que as medidas de impulso econômico adotadas pelo Governo ao longo do ano ”estão dando resultado” e permitirão acelerar o crescimento no próximo ano.

No entanto, Miriam reconheceu que o setor de serviços representou uma ”surpresa não tão boa”, depois de divulgada a queda de 1,3% do segmento de serviços financeiros, o que contribuiu para a estagnação do conjunto do setor.

Sobre a evolução dos investimentos, a ministra disse que o Executivo está trabalhando na linha traçada pela presidente, Dilma Rousseff.

”O que estamos fazendo é o que a presidente nos pede que é pé no acelerador para ganhar mais velocidade nos investimentos e ampliar ainda mais nossas associações com o setor privado”.

Além disso, ela disse que o orçamento do ano que vem prevê novas isenções fiscais para estimular o crescimento.

Durante o ato, organizado pela Câmara Oficial Espanhola de Comércio no Brasil, Miriam destacou que as relações entre o país e a Espanha atravessam um momento ”especial”.