Serviços e alimentos típicos de férias têm alta inflação

Segundo o levantamento, enquanto o IPC acumulado no país entre julho de 2011 e junho de 2012 foi 5,37%, os preços dos alimentos tiveram aumento de 6,6%

Rio de Janeiro – Alimentos e serviços mais consumidos durante as férias escolares tiveram inflação acima da média do Índice de Preços ao Consumidor (IPC), segundo pesquisa divulgada hoje (5) pela Fundação Getulio Vargas (FGV).

Segundo o levantamento, enquanto o IPC acumulado no país entre julho de 2011 e junho de 2012 foi 5,37%, os preços dos alimentos tiveram aumento de 6,6% e os dos serviços, de 5,61%, no período.

Entre os alimentos, as maiores altas foram registradas nos refrigerantes e na água mineral comprados em supermercados (9,36%), nas batatas fritas (8,13%) e nos sorvetes (8,1%). Já entre os serviços, os maiores aumentos foram observados nos hotéis (11,72%), clubes de recreação (8,34%) e cinemas (8,18%).

Entre os 23 itens pesquisados, apenas os refrescos de suco em pó (-1,05%) e as passagens aéreas (-1,7%) tiveram redução de preços entre junho de 2011 e junho de 2012.