Serasa aponta aumento de cheques sem fundos em março

Em fevereiro, o índice foi de 1,99% e, em março de 2013, houve 2,36% de devoluções

São Paulo – A devolução de cheques por falta de fundos atingiu 2,21% em março, o que representa 1,40 milhão dos 63,39 milhões de documentos emitidos no Brasil no período, informou nesta quarta-feira, 23, a Serasa Experian.

Em fevereiro, o índice foi de 1,99% e, em março de 2013, houve 2,36% de devoluções.

Segundo os economistas da Serasa Experian, o aumento da inadimplência com cheques no terceiro mês de 2014 tem caráter sazonal.

“(O avanço) reflete as dificuldades financeiras do consumidor diante de um cenário de inflação em aceleração e do acúmulo de compromissos típicos do primeiro trimestre do ano: pagamento de impostos como IPVA e IPTU, despesas com material escolar, gastos das viagens de férias, restos a pagar das compras parceladas das festas de final de ano”, dizem, em nota.

Roraima liderou o ranking estadual dos cheques sem fundos no primeiro bimestre, com 12,33% de devoluções. O Amazonas foi o Estado com o menor porcentual (1,24%).

Entre as regiões, a Norte foi apareceu na frente, com 4,30% de cheques devolvidos, enquanto o Sudeste apresentou o menor porcentual (1,64%).