Sabesp quer aumentar tarifas em 22,70%

O pedido será feito à Arsesp em audiência pública nesta quarta-feira

São Paulo – A Sabesp vai pedir à Agência Reguladora de Saneamento e Energia do Estado de São Paulo (Arsesp) um aumento total da tarifa de 22,70%, em audiência pública que é realizada nesta quarta-feira, 15 com ambas as partes e entidades civis.

Segundo comunicado divulgado hoje ao mercado, a apresentação que será feita em instantes pela Sabesp indicará como proposta da companhia um aumento total da tarifa composto pelo reajuste tarifário pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), de 8,13%, menos o fator de produtividade de 0,94% e mais o resíduo de 0,57% do ajuste compensatório retroativo, somando 7,80%.

A esse porcentual, a Sabesp somou 13,82% referentes a um desequilíbrio de energia e volume faturado de 6,36%, mais 7,02% que se refere ao “período de compensação”. Dessa forma, a companhia chegou a um total de 22,70%.

Em sua apresentação, a Sabesp deixa claro que pleiteia somente o referente ao aumento da energia elétrica e à redução do volume faturado.

Segundo apresentação da Arsesp feita hoje em audiência pública, a Sabesp projeta um aumento de 47% no custo de energia em 2015 e de 85% em 2016.