Rússia gastará 43,4 bilhões de dólares de defesa no próximo ano

De acordo com o projeto de orçamento, 2,8% do PIB vão ser utilizados na defesa

Moscou – A Rússia gastará em defesa 2,8% de seu Produto Interno Bruto (PIB) em 2019, o equivalente a 2,9 trilhões de rublos (US$ 43,4 bilhões), segundo o projeto de orçamento para os próximos três anos divulgado pela imprensa estatal nesta quarta-feira.

Esse número sofrerá uma redução de 0,1% para os anos de 2020 e 2021, quando o total será de US$ 40,45 bilhões. Também diminuirá o investimento em segurança nacional, que passará de 2,1% do PIB em 2019 para 2% nos dois anos seguintes.

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, tinha antecipado no começo do ano que reduziria os gastos com armamentos após a conclusão de um ambicioso programa de renovação de equipamentos das Forças Armadas que foi iniciado na última década.

Em seu discurso sobre o estado da nação, em março, Putin anunciou que a Rússia conta com armas nucleares “sem comparação”, que podem atingir qualquer lugar do planeta, o que levou alguns analistas militares a falarem sobre a possibilidade de uma nova corrida armamentista, similar à que ajudou a provocar a desintegração da União Soviética.