Rússia avaliará com celeridade reabertura à carne do Brasil

Representante russo se encontrou com o secretário de Defesa Agropecuária do Ministério da Agricultura, Luís Rangel, na Alemanha

São Paulo – O governo da Rússia irá “avaliar com o máximo de celeridade” a reabertura de seu mercado à carne brasileira, “uma vez que o Brasil é um importante fornecedor”, afirmou o Ministério da Agricultura nesta quinta-feira, citando o chefe do Serviço Federal de Supervisão Veterinária e Fitossanitária (Rosselkhoznadzor) da Rússia, Sergey Dankvert.

Dankvert se encontrou com o secretário de Defesa Agropecuária do Ministério da Agricultura, Luís Rangel, durante encontro na Alemanha, onde Rangel integra comitiva do ministro Blairo Maggi para participar do Fórum Global para a Alimentação e a Agricultura (GFFA).

Conforme a pasta, o secretário entregou pessoalmente a Dankvert “informações consolidadas das investigações brasileiras sobre alegadas detecções de ractopmina (promotor de crescimento autorizado no Brasil, mas não aceito na Rússia) em produtos exportados ao país”.

A Rússia suspendeu temporariamente as compras de carnes bovina e suína do Brasil no fim de novembro, após supostamente encontrar vestígios do aditivo alimentar ractopamina em alguns lotes importados.

A Rússia é o principal destino das exportações brasileiras de carne suína.