Rombo de distribuidoras já tem solução, diz Rufino

Na sexta, correção da Aneel em segunda parcela do empréstimo de R$ 11,2 bi de socorro às empresas levou Abradee a aumentar valor de pedido, para R$ 7,9 bi

Brasília – O diretor-geral da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Romeu Rufino, disse nesta terça-feira, 13, que a solução para o rombo das distribuidoras em 2014 já está desenhada.

Na última sexta-feira, 9, o Broadcast, serviço de informações em tempo real da Agência Estado, publicou entrevista com o presidente da Associação Brasileira de Distribuidores de Energia Elétrica (Abradee), Nelson Leite, na qual o executivo afirmou que o setor irá pedir mais R$ 7,2 bilhões para cobrir os custos das companhias entre maio e dezembro deste ano.

Ainda na sexta-feira, uma correção da Aneel na segunda parcela do empréstimo de R$ 11,2 bilhões de socorro às empresas levou a Abradee a aumentar ainda mais o valor desse pedido, para R$ 7,9 bilhões, uma vez que, pelas contas da Associação já faltariam cerca de R$ 700 milhões para cobrir o buraco de abril.

“Novos valores que as empresas pedirem terão de ser analisados, mas eu acredito que esse número divulgado não corresponde à exposição das distribuidoras até o fim do ano”, disse Rufino, que participou de reunião pública da agência, em Brasília.