Retração do PIB passa de 1,24% para 1,27%, segundo Focus

Também piorou ligeiramente a previsão para a inflação em 2015, que agora foi calculada em 8,39%, contra 8,37% que se ventilava até na semana passada

Brasília – A economia contrairá neste ano 1,27%, segundo analistas do setor privado, que em uma pesquisa divulgada nesta segunda-feira pelo Banco Central rebaixaram as previsões que mantinham até a semana passada.

A previsão dos analistas foi refletida no Boletim Focus, uma publicação do Banco Central que a cada semana consulta 100 analistas de entidades financeiras privadas sobre o estado da economia nacional.

Na semana passada, os analistas calcularam que a economia do país contrairia neste ano 1,24%, mas nos últimos sete dias voltaram a revisar suas projeções em baixa, tal como fizeram desde janeiro.

Também piorou ligeiramente a previsão para a inflação em 2015, que agora foi calculada em 8,39%, contra 8,37% que se ventilava até na semana passada.

A delicada situação econômica do país foi reconhecida pelo próprio governo, que revisou seus cálculos e prevê para este ano uma contração de 1,20%, quase em linha com a previsão dos analistas do mercado.

Para enfrentar esse cenário, o governo decidiu aplicar um severo ajuste fiscal, que implicará em um forte corte do gasto público e um aumento da arrecadação pela via tributária.

Na sexta-feira, o governo divulgou os dados do Produto Interno Bruto no primeiro trimestre deste ano, que se contraiu 0,2% com relação ao último trimestre de 2014, e confirmou assim o pessimismo que existe entre os analistas do mercado financeiro.

A economia brasileira já deu claros sinais de desaceleração no ano passado, quando só cresceu 0,1%.

Se forem confirmadas as previsões para este ano, durante 2015 a economia brasileira terá seu pior desempenho desde 1990, quando teve uma queda de 4,35%.