Renda de R$ 341 mil por ano compra felicidade, diz pesquisa

Estudo da consultoria de investimentos Skandia International também apontou que 80% das pessoas entrevistadas acreditam que dinheiro traz alegria

São Paulo – Dinheiro compra felicidade? Na opinião da maior parte das pessoas, sim. Foi o que apontou uma pesquisa da consultoria de investimentos Skandia International, que entrevistou mais de cinco mil pessoas em 13 países, inclusive no Brasil (com 217 entrevistados).

O estudo Wealth Sentiment Monitor (algo como monitor do sentimento de riqueza) identificou que 80% das pessoas entrevistadas acreditam sim que dinheiro compra felicidade. E mais do que isso, a felicidade tem um preço bem definido, segundo a pesquisa.

A média global apontou que a renda anual necessária para ser feliz é de 161,810 mil dólares, equivalente a quase 341 mil reais. Para garantir esse valor, a renda mensal de uma pessoa precisaria ser de cerca de 13,484 mil dólares, pouco mais de 28 mil reais.

Como lembra a Skandia International, o dado de sensação de felicidade é alarmante, pois a renda anual geral calculada pelo Fundo Monetário Internacional (FMI) no mundo gira em torno de 10,700 mil dólares por ano, ou pouco mais de 22 mil reais.

A pesquisa também apontou quanto uma pessoa precisa acumular para que possa ser chamada de próspera. A visão global apontou para uma média de 1,8 milhão de dólares, ou 3,792 milhões de reais.