Relação etanol/gasolina cai para 66,08% em junho, diz Fipe

Resultado é inferior aos 68,50% registrados em maio deste ano, mas superior aos 65,21% apurados em junho de 2013

São Paulo – A relação entre o preço médio do etanol e o da gasolina atingiu a marca de 66,08% em junho, de acordo com a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe).

O resultado é inferior aos 68,50% registrados em maio deste ano, mas superior aos 65,21% apurados em junho de 2013.

O pico de alta, como ressaltou o economista André Chagas, da Fipe, ocorreu em maio, quando a equivalência entre os valores dos combustíveis foi de 72%.

Para especialistas, o uso do etanol deixa de ser vantajoso em relação à gasolina quando o preço do derivado da cana-de-açúcar representa mais de 70% do valor da gasolina.

A vantagem é calculada considerando que o poder calorífico do motor a etanol é de 70% do poder dos motores a gasolina. Entre 70% e 70,50%, é considerada indiferente a utilização de gasolina ou etanol no tanque.

O economista ressaltou que o resultado de junho reflete a deflação do etanol, neste momento de plena colheita de cana-de-açúcar.

Segundo a Fipe, os preços do álcool combustível tiveram queda de 4,08% no fechamento de junho, enquanto os da gasolina cederam 0,62%.

Já o Índice de Preços ao Consumidor (IPC), que mede a taxa de inflação em São Paulo, ficou em 0,04% no sexto mês do ano ante 0,25% em maio.