Reino Unido projeta crescimento de 2,7% em 2014

Em discurso ao Parlamento, ministro de Finanças do Reino Unido apresentou projeções do Escritório para Responsabilidade Orçamentária (OBR)

Londres – O ministro de Finanças do Reino Unido, George Osborne, revelou projeções maiores para o crescimento da economia britânica no curto prazo, mas reafirmou o programa de redução do déficit do governo, ao anunciar o Orçamento anual para este ano.

Em discurso ao Parlamento, Osborne apresentou outras projeções do Escritório para Responsabilidade Orçamentária (OBR, na sigla em inglês), mostrando que o déficit está caindo firmemente e a dívida líquida vai diminuir depois do ano fiscal 2015-2016.

Osborne anunciou que o OBR agora prevê que em 2014 a economia crescerá 2,7%, mais do que a expansão de 2,4% projetada em dezembro. A previsão para 2015 é de avanço de 2,3%, mais do que o crescimento de 2,2% calculado antes.

O OBR também prevê que o déficit principal do governo cairá para 6,6% neste ano, em vez de 6,8% como previsto em dezembro. O rombo no ano fiscal 2014-2015 será de 5,5%, menos do que os 5,6% projetados em dezembro. No ano fiscal 2015-2016 o déficit será de 4,2% e em 2016-2017 estará em 2,4%, alcançando 0,8% em 2017-2018. Para o ano fiscal 2018-2019 o OBR prevê superávit.

As estimativas para os empréstimos do governo também diminuíram. O OBR calculou um total de 108 bilhões de libras em 2013-2014, abaixo dos 111 bilhões de libras calculados em dezembro.

Em 2014-2015 os empréstimos devem cair para 95 bilhões de libras, até chegarem a 18 bilhões de libras no ano fiscal 2017-2018. Fonte: Market News International.