Reforma da Previdência: votação na CCJ fica para a próxima semana

Deputados membros da CCJ decidiram adiantar votação da PEC do Orçamento Impositivo em detrimento do texto da Previdência nesta segunda-feira, 16

Brasília — A admissibilidade da reforma da Previdência não será votada pela Comissão de Constituição e Justiça da Câmara nesta semana, afirmaram líderes após selarem acordo na CCJ.

Segundo o líder do governo na Câmara, deputado Major Vitor Hugo (PSL-GO), a ideia é votar o Orçamento impositivo nesta segunda-feira, 15, e dedicar a terça e a quarta-feira a debates na CCJ sobre a reforma.

Ficou claro para os deputados que haveria um adiamento da votação do texto da reforma depois que os deputados membros da CCJ decidiram votar primeiro a PEC do Orçamento Impositivo na sessão desta segunda-feira. A manobra foi articulada pela oposição e pelo Centrão, para que houvesse mais tempo para discutir sobre as mudanças na previdência.

O líder disse ainda que o adiamento não será uma derrota para o governo. Para o major Vitor Hugo, é necessário avaliar o cenário após o feriado de Páscoa para que a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) da Previdência possa ser votada na próxima semana.