Refinarias japonesas aumentam compras de petróleo dos EUA

Produto norte-americano está se tornando barato comparado à oferta do Oriente Médio

Tóquio – Refinarias japonesas estão aumentando suas compras de petróleo dos Estados Unidos, já que o produto norte-americano está se tornando barato comparado à oferta do Oriente Médio, e estão se voltando à produção de “shale” norte-americano como um substituto para o fornecimento iraniano, disseram fontes da indústria.

O aumento das compras por refinarias como a JXTG, a maior do Japão, deve agradar o presidente dos EUA, Donald Trump, que está pressionando o Japão a reduzir seu superávit comercial com os EUA, que superou os US$ 63 bilhões em 2017.

Cerca de 4 milhões de barris de óleo norte-americano devem chegar ao Japão, o quarto maior importador da commodity do mundo, entre junho e setembro, de acordo com fontes e os dados de embarque do Thomson Reuters Eikon.

Eles se juntarão aos quase 2,4 milhões de barris, valendo 16,81 bilhões de ienes (153 milhões de dólares), importados este ano até maio, de acordo com as estatísticas mais recentes do Ministério das Finanças do Japão.