Rajoy se reúne com rei Juan Carlos para discutir economia

A situação econômica da Espanha e as últimas iniciativas do Executivo frente à crise foram tema da reunião de gabinete entre o chefe de Estado e o chefe do Governo

Madri – O presidente do governo espanhol, Mariano Rajoy, expôs nesta quarta-feira ao rei Juan Carlos as medidas econômicas que irá conduzir ao Conselho de Ministros na sexta-feira, entre elas a que pretende elevar de 400 para 450 euros a quantia de ajuda aos desempregados sem subsídio.

A situação econômica da Espanha e as últimas iniciativas do Executivo frente à crise foram tema da primeira reunião de gabinete entre o chefe de Estado e o chefe do Governo da Espanha desde o retorno de ambos a Madrid depois de breves férias, segundo fontes oficiais.

Rajoy e o rei dedicaram grande parte da reunião, que durou cerca de uma hora e meia, à reforma do plano de ajuda aos desempregados, assim como o decreto real que reformará o Fundo de Reestruturação Ordenada Bancária (FROB).

Está previsto que este decreto, cuja aprovação pode ser adiada para a próxima sexta-feira, estabeleça novas normas para a venda de produtos financeiros como as ações e regule as linhas gerais da Empresa Gestora de Ativos.

As propostas econômicas dominam também a agenda de trabalho de Rajoy com seus parceiros da União Europeia (UE) e demais instituições comunitárias.

A partir da próxima semana, o presidente do governo espanhol começa a cumprir seus compromissos ao receber o presidente do Conselho Europeu, Herman Van Rompuy, principalmente para expor a necessidade que a cúpula europeia convoque uma união fiscal e bancária a partir de dezembro.

No dia 6 de setembro, Rajoy receberá a chancelar alemã Angela Merkel, em Madrid, por conta da cúpula empresarial hispânico-alemã, e no dia 11, deve se encontrar com a presidente da Finlândia, Tarja Halonen, para depois viajar a Roma, no dia 20, para encontrar-se com o primeiro-ministro da Itália, Mario Monti.

Após uma viagem a Nova York no final de mês para discursar na Assembleia Geral das Nações Unidas, Rajoy terá oportunidade de voltar a defender as iniciativas espanholas de política europeia na cúpula hispânico-francesa, prevista para outubro, em território francês.

Além disso, o rei e o presidente espanhol analisaram o atual cenário político nacional e também o estado das áreas afetadas pelos recentes incêndios no país.