Putin diz que Rússia está resistindo à tempestade de sanções

Presidente russp adotou um tom desafiador sobre a economia, mas evitou retórica antiocidental a que tem recorrido para angariar apoio sobre a Ucrânia

São Petersburgo – O presidente da Rússia, Vladimir Putin, disse nesta sexta-feira que a Rússia tem um suprimento suficiente “de força interior” para superar os problemas econômicos e garantiu aos investidores que o país permanece aberto aos negócios com o Ocidente.

Dirigindo-se a líderes empresariais estrangeiros e russos em uma conferência econômica na cidade de São Petersburgo, Putin estabeleceu novos planos para acabar com a crise econômica da Rússia, agravada pelos baixos preços do petróleo e sanções do Ocidente por causa do conflito na Ucrânia.

“O nosso acesso aos capitais do mercado mundial é limitado, e a isso é preciso acrescentar a queda no preço dos nossos principais produtos de exportação”, disse Putin a políticos russos e vários empresários.

“Mas a crise global prevista para a Rússia não aconteceu”, disse. “Nós estabilizamos a situação, eliminamos as oscilações negativas, as flutuações negativas no mercado, e estamos atravessando confiantes este período de dificuldades.”

Ele disse que a principal razão para isso é que a Rússia tem um “suprimento suficiente de força interior”.

Putin adotou um tom desafiador sobre a economia, mas evitou a retórica antiocidental a que tem recorrido muitas vezes para angariar apoio desde a crise na Ucrânia, que fez as relações com o Ocidente caírem ao ponto mais baixo desde a Guerra Fria.

Prometendo uma economia transparente e previsibilidade para os investidores, ele disse estar confiante em que a cooperação com o Ocidente continuará.