Proposta de teto para dívida disciplina gasto, diz Levy

Proposta deve vir acompanhada por outras medidas, como a revisão dos gastos público, disse o ministro

Brasília – O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, afirmou nesta quarta-feira que a proposta de se criar um teto para a dívida pública disciplina o gasto público e, por isso, “deve ser acolhida”.

Em audiência na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE), do Senado, o ministro disse que a proposta “pode nos servir muito bem”, mas ressaltou que ela deve vir acompanhada por outras medidas, como a revisão dos gastos públicos.

Mais informações em instantes.