Projeto de privatização da Eletrobras pode ir à Casa Civil até 3ª

O ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, explicou que haveria nesta segunda uma reunião na Casa Civil para tratar do tema

Rio de Janeiro – O texto do projeto de lei para a privatização da Eletrobras pode ser encaminhado à Casa Civil até terça-feira, afirmou nesta segunda-feira a jornalistas o ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, ao participar de um evento no Rio de Janeiro.

Coelho Filho explicou que haveria nesta segunda-feira uma reunião na Casa Civil para tratar do tema. Segundo ele, o relator do projeto na Câmara será uma decisão do presidente da Casa, Rodrigo Maia.

“Na conversa que tive na semana passada com o presidente Rodrigo Maia, que a gente falou da urgência, ele se comprometeu a ajudar… dar celeridade”, disse Coelho Filho, após participar de evento na Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan).

Coelho Filho também confirmou notícia do Valor Econômico desta segunda-feira, de que o presidente do Conselho de Administração da Eletrobras permanecerá indicado pela União, mesmo após a venda do controle acionário.

“Essa foi uma sugestão do próprio presidente, que foi aceita por todos, e isso estará também no projeto que vamos enviar à Casa Civil”, afirmou.

Depois disso, a Casa Civil deve enviar o projeto para o Congresso.

Veja também