Projeto de orçamento reduz em quase € 1 bi ajuda à Espanha

No entanto, se esta proposta for aprovada, ela será compensada por uma nova iniciativa para lutar contra o desemprego juvenil

Bruxelas – A proposta que é negociada nesta sexta-feira pelos líderes europeus prevê uma redução de quase 1 bilhão de euros da ajuda com a qual a Espanha contava em novembro para suas regiões, mas ela será compensada por uma nova iniciativa para lutar contra o desemprego juvenil.

Segundo o plano do orçamento financeiro plurianual para 2014-2020, que estabelece um teto de compromissos de gasto de 960 bilhões de euros, o montante adicional destinado à Espanha passaria a 1,874 bilhões, em comparação com os 2,8 bilhões da proposta anterior.

Desta soma, 500 milhões serão destinados à Extremadura, 624 milhões às regiões em transição (Andaluzia, Castilla-La Mancha e Galícia) e outros 700 milhões para as mais desenvolvidas, para ajudá-las nesta época de crise.

As regiões periféricas de Ceuta e Melilla também se beneficiariam de um montante adicional de 50 milhões.

No entanto, se esta proposta for aprovada, parte da perda seria compensada com uma parte do valor destinado à nova iniciativa contra o desemprego juvenil, no valor total de 6 bilhões de euros.

A Espanha, afundada em uma recessão e em um esforço de austeridade sem precedentes, registrou uma taxa de desemprego de 55,1% entre os jovens ativos entre 16 e 24 anos no último trimestre de 2012, contra 52,34% no trimestre anterior.

Uma fonte espanhola havia indicado na quinta-feira antes do início da cúpula que o governo de Mariano Rajoy aspirava obter um terço desta parte.