Programa de intervenção cambial não tem data para terminar

Atoridade monetária sinalizou que o programa iria até dezembro e ajudou a reduzir o impacto da volatilidade cambial na inflação

São Paulo – O diretor de Política Monetária do Banco Central, Aldo Mendes, afirmou nesta sexta-feira que o programa de intervenções diárias no mercado de câmbio, que teve início em agosto, não tem data para acabar.

Segundo ele, a autoridade monetária sinalizou que o programa iria até dezembro e ajudou a reduzir o impacto da volatilidade cambial na inflação.

“O programa está em curso, não tem data para terminar. A gente sinalizou que vai pelo menos até dezembro e na minha avaliação tem sido absoluto sucesso”, afirmou Mendes, que participou de evento da Anbima em São Paulo, acrescentando que o programa também retirou parte da volatilidade externa (Reportagem de Guillermo Parra-Bernal e Natalia Gómez; Texto de Patrícia Duarte; Edição de Camila Moreira)