Produção no pré-sal cresce 14,1% em outubro, revela ANP

Apenas a produção de petróleo foi de 607,1 mil barris por dia e a de gás natural, de 21 milhões de metros cúbicos por dia (m3/d)

Rio – A produção de petróleo no pré-sal cresceu 14,1% em outubro, comparado ao mês anterior, alcançando a marca de 739,5 mil barris de óleo equivalente por dia (boe/d), incluindo petróleo e gás natural.

Apenas a produção de petróleo foi de 607,1 mil barris por dia e a de gás natural, de 21 milhões de metros cúbicos por dia (m3/d).

A produção teve origem em 40 poços, de 11 campos e dois testes de longa duração.

A produção total de petróleo e gás natural no Brasil foi de 2,98 milhões de boe/d, volume recorde, segundo boletim de produção divulgado na tarde desta quarta-feira, 3, pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

Apenas a produção de petróleo foi de 2,393 milhões de barris por dia (bpd), 1,5% superior à de setembro, e a de gás natural, de 92,7 milhões de m3/d, 4,2% mais do que a do mês anterior.

A Petrobras respondeu por 90,9% da produção de petróleo e gás no mês.

O principal produtor foi o campo de Roncador, na Bacia de Campos. A maior parte da produção – 93% de petróleo e 74,6% de gás natural – ocorreu no mar.

Segundo a ANP, foram aproveitados em outubro 95,8% do gás produzido, o que significa, ao mesmo tempo, a queima de 3,9 milhões de m3/d, uma redução de 1,9% em relação ao mês anterior e aumento de 37,2% comparado a outubro de 2013.