Produção de petróleo do Brasil em outubro sobe 5,2% após 4 meses de queda

Volume produzido, no entanto, recuou 0,5% ante o mesmo mês em 2017

Rio de Janeiro – A produção média de petróleo do Brasil subiu em outubro após quatro quedas consecutivas ante o mês anterior, para 2,614 milhões de barris por dia (bpd), apontaram dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) nesta segunda-feira, 3.

O volume de petróleo produzido em outubro pelo país cresceu 5,2 por cento, se comparado com setembro, segundo a ANP. No entanto, recuou 0,5 por cento ante o mesmo mês em 2017.

“O principal incremento na produção foi na plataforma FPSO Cidade de Itaguaí (no campo de Lula) e algumas plataformas da Bacia de Campos, devido a retornos de paradas realizadas no mês anterior”, disse a ANP em nota. O campo de Lula, operado pela Petrobras, é o maior produtor do Brasil.

Recorde de gás

A produção de gás natural do Brasil, por sua vez, foi recorde em outubro, a 117 milhões de metros cúbicos por dia (m³/d), alta de 3,7 por cento em relação ao mês anterior e avanço de 2,1 por cento se comparada ao mesmo mês em 2017.

Do montante de gás natural produzido, 65,2 milhões de m³/d foram disponibilizados ao mercado, 35 milhões de m³/d foram reinjetados nos campos, 13,74 milhões de m³/d foram consumidos pelas plataformas e 3 milhões de m³/d foram queimados.

A produção total de petróleo e gás do Brasil em outubro foi de aproximadamente 3,350 milhões de barris de óleo equivalente por dia (boe/d), aumento de quase 5 por cento ante setembro e praticamente estável ante o mesmo mês de 2017.

Segundo a ANP, a produção média de petróleo da Petrobras, como concessionária, em outubro, foi de aproximadamente 1,922 milhão de bpd, ou 73 por cento do total produzido no Brasil, ante 1,794 milhão de bpd no mês anterior.

Em nota na semana passada, a petroleira brasileira apontou como principal motivo do aumento da produção em outubro o início da produção da plataforma P-69, no campo de Lula, além do fim de paradas para manutenção em algumas plataformas.

Já a Shell, empresa privada com maior produção no Brasil e forte presença no pré-sal, produziu 338,1 mil bpd em outubro, ou cerca de 13 por cento do total produzido no país.

Veja na tabela abaixo detalhes dos volumes produzidos pelas dez principais empresas no Brasil em outubro, por concessionário, com dados comparativos do mesmo mês de 2017.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s