Produção de petróleo da Rússia pode cair em até 10 mi t

A produção de petróleo da Rússia pode cair em até 10 milhões de toneladas em 2017 ante os níveis estimados para 2015 e 2016, afetada por sanções ocidentais

Moscou – A produção de petróleo da Rússia pode cair em até 10 milhões de toneladas em 2017 ante os níveis estimados para 2015 e 2016, afetada por sanções ocidentais que reduzem a capacidade das empresas de levantar recursos, disse o primeiro vice-ministro de Energia Alexei Texler nesta terça-feira.

A produção de petróleo e gás condensado da Rússia atingiu uma nova máxima pós-era soviética em outubro, com aumento de 0,4 por cento na comparação com o mês anterior para 10,78 milhões de barris por dia(bpd).

Texler disse a repórteres que o ministério estima uma produção de cerca de 533 milhões de toneladas de petróleo este ano, ou 10,7 milhões bpd, com a mesma projeção para o próximo ano, quando a produção de petróleo deve ser apoiada por uma produção maior de gás condensado.

“Uma possível redução pode vir em 2017, com um potencial declínio de até 10 milhões de toneladas,” disse Texler, adicionando que as petroleiras russas estão sofrendo com a falta de financiamento causada por sanções impostas devido ao papel de Moscou na crise da Ucrânia.