Produção de celulose cai 0,8% em abril ante mesmo mês de 2011

Este foi o segundo mês seguido de queda, após um recuo de 1,7 por cento em março ante o mesmo mês de 2011

São Paulo – A produção de celulose no Brasil caiu 0,8 por cento em abril ante igual período de 2011, para 1,125 milhão de toneladas, segundo informou a Associação Brasileira de Celulose e Papel (Bracelpa), nesta quinta-feira.

Este foi o segundo mês seguido de queda, após um recuo de 1,7 por cento em março ante o mesmo mês de 2011.

Do total produzido no mês passado, 944 mil toneladas correspondiam a fibra curta -no Brasil produzida a partir do eucalipto- e 145 mil toneladas a fibra longa.

Na comparação entre abril e março deste ano, a queda foi de 4,2 por cento, enquanto no acumulado do ano houve queda de 1,3 por cento, ante os quatro primeiros meses de 2011, totalizando 4,624 milhões de toneladas.

As exportações de celulose tiveram alta de 4,5 por cento em abril, na comparação com o mesmo mês do ano passado, totalizando 669 mil toneladas.


Entre janeiro e abril, o volume exportado subiu 0,5 por cento. Em receitas, entretanto, houve um recuo de 4,5 por cento, para 1,5 bilhão de dólares. Considerando apenas as receitas de exportações para a Europa, houve uma queda de 2,1 por cento, enquanto para a América do Norte a queda foi de 4,2 por cento, e para a China houve recuo de 0,2 por cento.

Produção –  A produção de papel, por sua vez, registrou crescimento no mês passado ante abril de 2011, de 1,2 por cento para 820 mil toneladas. No acumulado do ano, houve leve alta de 0,2 por cento, totalizando 3,275 milhões de toneladas.

Do total produzido no mês passado, 409 mil toneladas corresponderam a papeis para embalagens e 219 mil toneladas a papel de imprimir e escrever.

As exportações, contudo, tiveram queda de 7,7 por cento em abril, e de 6,6 por cento no acumulado do ano.

A Balança comercial de papel e celulose acumula um recuo de 5,5 por cento no ano, totalizando 1,537 bilhão de dólares.