Procon-SP apura alta de 4,11% no preço da cesta básica

Dos 31 produtos pesquisados, 29 apresentaram alta e dois diminuíram de preço

São Paulo – O valor da cesta básica paulistana registrou crescimento de 4,11% em abril. Dos 31 produtos pesquisados, 29 apresentaram alta e dois diminuíram de preço, de acordo com Pesquisa da Fundação Procon-SP feita em convênio com o Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (Dieese).

Segundo o levantamento, o preço médio do conjunto de itens essenciais passou de R$ 393,37, no dia 31 de março, para R$ 409,53, no dia 30 de abril. No ano, a variação nos preços é de 7,18% e nos últimos 12 meses, a elevação do custo da cesta básica é de 7,50%.

Em abril, entre os grupos analisados a maior alta nos preços foi verificada no segmento de Limpeza (5,65%), seguido de Alimentação (4,16%) e Higiene Pessoal (1,81%).

Dos produtos que compõem a cesta básica, o maior vilão no mês foi a batata, que registrou alta de 25,51% na comparação com março.

Em seguida, registraram as maiores altas: cebola (12,23%), salsicha (9,92%), extrato de tomate (8,90%) e alho (8,15%).

Já as maiores quedas nos preços registradas no período foram: papel higiênico (-2,33%) e frango resfriado inteiro (-0,20%).