Presidente do Fed diz que continuará política de antecessor

A nova presidente do Federal Reserve, Janet Yellen, garantiu hoje a continuidade da política monetária de seu antecessor, Ben Bernanke

Washingto – A nova presidente do Federal Reserve (Fed), Janet Yellen, garantiu hoje a “continuidade” da política monetária de seu antecessor, Ben Bernanke, e falou da possibilidade de novos cortes “comedidos” na compra de bônus se a economia dos Estados Unidos seguir melhorando.

“Participei do Comitê de Mercado Aberto quando formulamos a atual estratégia política e a respaldo com contundência”, afirmou Yellen antes de comparecer no Comitê de Serviços Financeiros da Câmara dos Representantes.

Em seu primeiro pronunciamento público desde que tomou posse, no início de fevereiro, a presidente disse que o Fed “provavelmente reduzirá” o ritmo de compra de bônus de maneira “comedida” se continuar a “melhora” no emprego e a “inflação voltar ao seu objetivo a longo prazo de 2%”.

Desde 18 de dezembro, o Fed fez dois cortes de US$ 10 bilhões no programa de compras de bônus do Tesouro e títulos hipotecários para estimular a economia, que foi lançado em setembro de 2012 e passou assim de US$ 85 bilhões para 65 bilhões mensais.

Yellen afirmou que “a recuperação do mercado de trabalho está longe de ser completa”, apesar da taxa de desemprego ter caído em janeiro para 6,6%, a mais baixa em cinco anos.

A presidente do Fed afirmou que não se prevê que a recente volatilidade observada nos mercados financeiros dos países emergentes possa afetar a economia dos EUA

“Estivemos observando de perto a recente volatilidade nos mercados financeiros globais. Consideramos que neste momento estes eventos não supõem um risco substancial para as perspectivas econômicas dos EUA”, disse Yellen.

A próxima reunião do Comitê Federal de Mercado Aberto do Fed, órgão que dirige a política monetária dos EUA, será realizada nos dias 18 e 19 de março.