Presidente chinês promete US$60 bi para desenvolver a África

Xi Jinping é copresidente do Fórum de Cooperação China-África, do qual vários chefes de Estado africanos estavam participando

Johanesburgo – O presidente da China, Xi Jinping, disse nesta sexta-feira a líderes africanos em uma reunião de cúpula que seu país vai fornecer 60 bilhões de dólares ao longo de três anos para financiar o desenvolvimento no continente.

Xi é copresidente do Fórum de Cooperação China-África, do qual vários chefes de Estado africanos estavam participando. No encontro ele traçou um amplo plano de desenvolvimento de dez pontos impulsionado pela China, dizendo que quer construir uma relação de iguais.

“Para garantir o sucesso da implementação destes dez planos de cooperação, a China decidiu prover um total de 60 bilhões de dólares em apoio financeiro”, disse Xi na cúpula.

Apesar de a economia chinesa estar em desaceleração, Xi disse que a China iria aumentar os investimentos em fábricas na África para produção de mercadorias para exportação, além da construção de estradas, portos e ferrovias em um continente que é importante fonte de commodities para o país.

A China vai cancelar dívidas existentes de empréstimos sem juros para países menos desenvolvidos, que vencem até o final de 2015. Além disso, vai reforçar a cooperação com a África na luta contra o extremismo violento e não irá interferir com as escolhas políticas dos países do continente, disse Xi.

“A China vai implementar dez planos de cooperação com a África nos próximos três anos”, afirmou.

“Esses planos são destinados a abordar três questões que atrasam o desenvolvimento de África, a infraestrutura inadequada, falta de profissionais e pessoal qualificados e falta de financiamento.”

De modo geral os africanos veem a China como um contrapeso saudável para a influência ocidental, mas governos ocidentais acusam a China de fazer vista grossa para conflitos e violações dos direitos humanos no continente.