Preços sobem após Ucrânia dizer que atacou blindados russos

Artilharia ucraniana destruiu parte de uma coluna de blindados russos que atravessou a fronteira da Ucrânia durante a noite, disse o presidente Petro Poroshenko

Londres – Os contratos futuros do petróleo Brent e os negociados nos EUA (WTI) subiram mais de 1 dólar nesta sexta-feira, por notícias de que forças da Ucrânia atacaram blindados russos, segundo operadores.

O petróleo Brent subia 1,3 dólar às 13h29 (horário de Brasília), para 103,37 dólares por barril. O petróleo nos EUA avançava 1,17 dólar, a 96,75 dólares, no mesmo horário.

A artilharia ucraniana destruiu parte “significativa” de uma coluna de blindados russos que atravessou a fronteira da Ucrânia durante a noite, disse o presidente Petro Poroshenko ao primeiro-ministro britânico, David Cameron, nesta sexta-feira, de acordo com o site da Presidência.

“O mercado está atento a tensões geopolíticas, e é por isso que estamos vendo este pico”, disse o diretor executivo da consultoria Oil Outlooks em Houston, Carl Larry.

“Tivemos uma grande corrida para o lado negativo ao longo dos últimos dias, então muitos vendidos estão ficando nervosos”, acrescentou Larry.

A alta ocorreu após modestos ganhos mais cedo depois de queda acentuada na quinta-feira para o menor patamar em 13 meses, com uma ampla oferta do petróleo de alta qualidade e sinais de desaceleração econômica global superando a demanda por combustíveis.