Preços em São Paulo tem quinta alta seguida, aponta Fipe

Alta de 0,06 ponto percentual foi impulsionada pelo grupo alimentação

São Paulo – O Índice de Preços ao Consumidor (IPC), medido pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), na cidade de São Paulo, apresentou a quinta alta seguida, ao atingir 0,59% na segunda prévia do mês, um aumento de 0,06 ponto percentual sobre o resultado anterior (0,53%).

O grupo alimentação foi o que mais pesou no orçamento doméstico, passando de uma taxa de 0,74% para 0,80%, com destaque para a elevação dos preços das carnes bovinas, com alta média de 1,62%. Peças mais nobres como o contrafilé subiram mais de 3%. O IPC também continua com forte pressão do grupo habitação, apesar de o ritmo de inflação ter apresentado leve redução (de 0,64% para 0,60%).

Em despesas pessoais, o IPC atingiu 1,01% ante 0,91%. Entre os itens que tiveram elevação estão as passagens aéreas, com 12,72%. Nos demais grupos ocorreram as seguintes oscilações: transportes (de -0,01% para 0,07%); saúde (de 0,39% para 0,46%); vestuário (de 0,56% para 0,97%) e educação (de 0,05% para 0,03%).