Preços de grãos não devem cair muito abaixo do nível atual

Preços são pressionados por ampla oferta em meio a safras recordes no Brasil e nos Estados Unidos

Brasília – Os preços de grãos, pressionados por ampla oferta em meio a safras recordes no Brasil e nos Estados Unidos, não devem cair muito abaixo dos atuais níveis, projetou nesta quinta-feira o secretário de Política Agrícola, Seneri Paludo, responsável pelos leilões de subvenção realizados pelo Ministério da Agricultura.

“De maneira geral, a supersafra americana já está contabilizada dentro do preço”, disse o secretário a repórteres, em Brasília, após apresentar estimativas para a nova safra do Brasil.

Os preços da soja e do milho operam nos menores níveis em quase quatro anos.