Preços ao produtor subiram 0,85% em outubro, diz IBGE

Em 2011, o índice acumula alta de 2,86%, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

Rio de Janeiro – O Índice de Preços ao Produtor (IPP) registrou alta de 0,85% em outubro, na comparação com setembro, quando a taxa ficou em 1,23%, informou hoje o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em 2011, o índice acumula alta de 2,86%. No acumulado de 12 meses encerrados em outubro, a variação do indicador é de 4,77%.

Em outubro, os preços de 17 das 23 atividades pesquisadas no IPP tiveram variações positivas – a mesma quantidade verificada na leitura anterior.

As quatro maiores variações em outubro em relação a setembro foram observadas nas atividades de bebidas (3,62%), produtos de metal (3,46%), outros produtos químicos (2,74%) e papel e celulose (-2,12%).

Já os itens de maior influência na taxa global (0,85%) foram outros produtos químicos (0,30 ponto porcentual), alimentos (0,16 ponto porcentual), veículos automotores (0,11 ponto porcentual) e produtos de metal (0,10 ponto porcentual).

Ao mesmo tempo, o IBGE revisou a taxa do IPP nos 12 meses acumulados até setembro, que passou de uma alta de 4,90% para 4,91%.