Preços ao consumidor dos EUA sobem em maio

Medida das pressões de preços mostrou sinais de estabilização após longa queda, um potencial conforto para as autoridades do FED

Washington – Os preços ao consumidor dos Estados Unidos subiram em maio e uma medida das pressões de preços mostrou sinais de estabilização após longa queda, um potencial conforto para as autoridades do Federal Reserve, banco central do país, que gostariam de ver uma inflação mais forte.

O Departamento do Trabalho informou nesta terça-feira que seu Índice de Preços ao Consumidor subiu 0,1 por cento, um aumento ligeiramente mais fraco do que os analistas consultados pela Reuters esperavam.

Mas em sinal de demanda mais forte na economia, os preços ao consumidor fora dos setores de alimento energia subiram 0,2 por cento no mês passado, acima do ritmo medido em abril.

O chamado “núcleo” de preços ao consumidor, que as autoridades do banco central monitoram de perto por ser menos volátil, subiu 1,7 por cento nos 12 meses até maio. O aumento foi igual ao registrado em abril, e sustentou a visão de que uma tendência de baixa no núcleo do inflação, que começou há um ano, pode estar chegando ao fim.