Poupança capta R$ 6,696 bi e renova recorde em setembro

Os depósitos no mês passado somaram R$ 116,165 bilhões, enquanto os saques totalizaram R$ 109,469 bilhões

Brasília – A caderneta de poupança registrou captação líquida recorde de R$ 6,696 bilhões em setembro, segundo dados divulgados pelo Banco Central (BC) na tarde desta sexta-feira, 04.

Os depósitos no mês passado somaram R$ 116,165 bilhões, enquanto os saques totalizaram R$ 109,469 bilhões. Em agosto deste ano, a captação foi positiva em R$ 4,646 bilhões. 

Em setembro do ano passado, a entrada superou a saída de recursos em R$ 5,951 bilhões. O valor era o recorde para o mês, de acordo com a série histórica iniciada em 1995 até agora.

A poupança segue como importante investimento dos brasileiros, apesar das mudanças nas regras de remuneração da aplicação, que diminuíram o rendimento da caderneta dos depósitos feitos entre maio do ano passado e agosto deste ano.

Pela nova forma de remuneração, sempre que a taxa básica de juros, a Selic, for igual ou menor que 8,5% ao ano, o rendimento passa a ser 70% da Selic mais a Taxa Referencial (TR). Atualmente, a Selic está em 9% ao ano.

Quando a taxa básica sobe a partir de 8,75% ao ano passa a valer a regra antiga de remuneração fixa de 0,5% ao mês mais TR.