Porto Alegre deve receber menos turistas que o esperado

Expectativa era de que todos os apartamentos em hotéis de Porto Alegre, da região metropolitana e da serra gaúcha fossem ocupados, o que não aconteceu

São Paulo – Porto Alegre tem cerca de 10 mil quartos em 100 meios de hospedagem e, segundo o presidente do Sindicato de Hotéis de Porto Alegre, Carlos Henrique Schmidt, esta quantidade “atenderá plenamente às necessidades dos visitantes” que optarem por assistir aos jogos da Copa na capital gaúcha.

Segundo ele, a expectativa inicial era de que todos os apartamentos de hotéis em Porto Alegre e região metropolitana e na serra gaúcha fossem ocupados, mas isso não ocorreu.

“Aproximadamente 40% dos ingressos [para os jogos] foram vendidos para residentes [da cidade ou região metropolitana] num raio inferior a 200 quilômetros no entorno de Porto Alegre, que certamente não estão prevendo usar a nossa hotelaria, além dos torcedores que usarão bases próximas e se deslocarão em coletivos, podendo chegar e voltar no dia do jogo”, disse ele à Agência Brasil.

Apesar disso, Schmidt acredita que a Copa será um evento positivo para o turismo na cidade.

“Ela vai nos colocar na vitrine do mundo, pois este é o evento esportivo mais importante, assistido por mais de 3 bilhões de pessoas e também porque o futebol é o esporte mais popular do mundo”, disse.

A expectativa do governo era de que a capital gaúcha recebesse 260,4 mil turistas durante o Mundial.

Desse total, 42,2 mil estrangeiros, segundo o Ministério do Turismo.