PMI composto da zona do euro cai a 50,1 e mostra atividade quase estagnada

Índice de gerentes de compras veio abaixo das expectativas e indica economia fraca na Europa

São Paulo — O índice de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) composto da zona do euro, que engloba os setores industrial e de serviços, caiu de 51,9 em agosto para 50,1 em setembro, atingindo o menor nível desde junho de 2013 e sinalizando que a atividade na região está praticamente estagnada, segundo pesquisa final divulgada hoje pela IHS Markit.

O resultado ficou abaixo da leitura prévia de setembro e da previsão de analistas consultados pelo The Wall Street Journal, de 50,4 em ambos os casos.

Apenas o PMI de serviços da zona do euro diminuiu de 53,5 em agosto para 51,6 em setembro, indicando a menor expansão no setor desde o começo de 2019. A estimativa preliminar também era maior, de 52.