Plataforma da Petrobras P-74 sai rumo ao campo de Búzios

A P-74, a primeira a operar sob regime de cessão onerosa, é uma das sete plataformas previstas para entrar em produção em 2018 no Brasil

Rio de Janeiro – A plataforma de produção de óleo e gás da Petrobras P-74 saiu na sexta-feira do estaleiro EBR, em São José do Norte (RS), rumo ao campo de Búzios, na Bacia de Santos, com expectativa de iniciar a produção no primeiro semestre deste ano, informou a petroleira em nota nesta sexta-feira.

A P-74, que será a primeira a operar sob regime de cessão onerosa, é uma das sete plataformas previstas no plano de negócios e gestão da petroleira para entrar em produção em 2018 no Brasil e uma das duas previstas para o primeiro semestre.

A plataforma do tipo FPSO (sigla em inglês para unidade flutuante de produção, armazenamento e transferência de petróleo) tem capacidade para produzir, diariamente, até 150 mil barris e processar até 7 milhões metros cúbicos de gás natural.

“Com 100 por cento de participação da Petrobras, Búzios é um dos principais projetos do portfolio da companhia e será determinante para a sustentabilidade da produção nos próximos anos”, disse a empresa em nota.

O contrato da cessão onerosa, que está em fase de revisão, foi assinado entre a Petrobras e a União Federal em 2010. Com ele, a companhia adquiriu o direito de produzir até 5 bilhões de barris em áreas do pré-sal.

A outra plataforma prevista para o primeiro semestre de 2018, segundo declarações recentes da Petrobras, é a Tartaruga Verde e Mestiça, para a Bacia de Campos, que chegou a ser prevista para 2017, mas sofreu atrasos.