Pimentel assina convênios de incentivo ao setor automotivo

Um deles, é o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego – Plano Brasil Maior que oferecerá formação gratuita para trabalhadores

Brasília – O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel, assinou hoje (11) três convênios de incentivo ao setor automotivo.

Um deles, já anunciado no ano passado, é o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego – Plano Brasil Maior (Pronatec-PBM) que oferecerá formação gratuita para trabalhadores. Inicialmente, estarão disponíveis 120 mil vagas.

Os cursos serão geridos pela pasta de Pimental em parceria com a da Educação.

O acordo para ofertar os cursos foi firmado com a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), o Sindicato Nacional da Indústria de Componentes para Veículos Automotores (Sindipeças) e a Agência de Desenvolvimento Econômico do Grande ABC.

O Pronatec-PBM oferecerá dois tipos de curso, conforme a demanda da indústria nacional.

Os cursos serão de formação continuada e técnicos de longa duração, equivalentes ou concomitantes ao ensino médio.

De acordo com nota divulgada pelo ministério, o objetivo é a formação de trabalhadores para novas vagas e requalificação de trabalhadores antigos.

O acordo firmado com a Agência de Desenvolvimento Econômico do Grande ABC prevê a realização de consultorias para implementar melhorias tecnológicas e de gestão no setor de fornecimento de autopeças.

O convênio terá vigência até 2016 e aplicação de mais de R$ 1 milhão em recursos do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio e da própria agência.

Por fim, foi firmado acordo de cooperação com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) para o Projeto de Encadeamento Produtivo da Cadeia Automotiva, cujo objetivo é inserir micro, pequenas e médias empresas no setor automotivo, com a oferta de cursos de qualificação.

O orçamento destinado ao projeto virá do próprio Sebrae.