Petroleiras dos EUA voltam a reduzir número de sondas em operação

Empresas retiraram 3 sondas de operação na semana encerrada em 8 de setembro, levando a contagem total de equipamentos ativos para 756 unidades

Petroleiras dos Estados Unidos reduziram o número de sondas de perfuração em operação pela terceira vez nas últimas quatro semanas, o que mostra que a recuperação nas atividades tem perdido ritmo, com as empresas de energia reduzindo planos de investimentos em reação à recente queda nos preços do petróleo.

As empresas retiraram 3 sondas de operação na semana encerrada em 8 de setembro, levando a contagem total de equipamentos ativos para 756 unidades, disse a companhia de serviços energéticos Baker Hughes nesta sexta-feira.

Na mesma semana do ano passado, havia 414 sondas ativas.

Os preços do petróleo subiram 2 por cento até o momento neste mês, após caírem em cinco dos últimos seis meses, incluindo uma retração de quase 6 por cento em agosto.