Petrobras inicia fase não vinculante para venda de Pasadena

Nesta etapa, os interessados que tiverem assinado o Acordo de Confidencialidade receberão memorando contendo informações mais detalhadas sobre os ativos

São Paulo – A Petrobras informou nesta quinta-feira o início da fase não vinculante referente à venda das empresas que compõem o sistema de refino de Pasadena, nos Estados Unidos, por meio de sua afiliada Petrobras America Inc (PAI).

Nesta etapa do projeto, os interessados que tiverem assinado o Acordo de Confidencialidade receberão um memorando descritivo contendo informações mais detalhadas sobre os ativos em questão, além de instruções sobre o processo de desinvestimento.

O anúncio vem após a Petrobras informar no início do mês passado o início do processo de venda da polêmica refinaria, alvo de uma série de denúncias de corrupção na gestão do governo anterior investigadas pela operação Lava Jato.

A Petrobras anunciou anteriormente a intenção de vender, além das operações de refino, tanques com capacidade de armazenamento de 5,1 milhões de barris de petróleo e derivados, terminal marítimo e estoques associados.

Veja também
Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. joao batista de assis pereira

    Mais uma bravataria na Petrobras. A estatal, provavelmente vai abarrotar os 5,1 milhões de barris de petróleo do parque de armazenamento de Pasadena, que equivalem a cerca de 300 milhões de dólares (60 dólares o barril) para justificar a venda de um ativo problemático que certamente não deve alcançar esse valor na melhor proposta recebida.