Pedidos semanais de auxílio-desemprego têm leve alta nos Estados Unidos

Pedidos iniciais de auxílio-desemprego subiram em 2 mil, totalizando 205 mil na semana encerrada em 8 de fevereiro

Washington — O número de norte-americanos que entraram com pedidos de auxílio-desemprego nos Estados Unidos registraram alta abaixo do esperado na semana passada, indicando contínua força do mercado de trabalho que pode manter nos trilhos a mais longa expansão econômica do país.

Os pedidos iniciais de auxílio-desemprego subiram em 2 mil, para 205 mil em dados ajustados sazonalmente na semana encerrada em 8 de fevereiro, informou o Departamento do Trabalho nesta quinta-feira. Os pedidos da semana anterior caíram para 203 mil, leitura mais baixa desde novembro.

Economistas consultados pela Reuters previam que as reivindicações aumentariam para 210 mil.