Pedidos de falência cresceram 28,8% em julho, diz SCPC

Na comparação anual, redução dos pedidos tem relação com melhores condições do mercado de trabalho e das taxas de inadimplência mais baixas

São Paulo – Os pedidos de falência registraram avanço 28,8% em julho na comparação com junho, segundo dados nacionais da Boa Vista – Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC), divulgados nesta segunda-feira, 04.

Em relação ao mesmo mês do ano passado, no entanto, houve recuo de 14,1% e, no acumulado dos sete primeiros meses do ano, a queda foi de 7,3%.

De acordo com a Boa Vista, mesmo com o cenário econômico de 2014 sem sinais de recuperação, os pedidos de falência continuam apresentando números menores do que 2013, possivelmente como reflexo de melhores condições do mercado de trabalho e das taxas de inadimplência mais baixas.

“As falências decretadas seguem em tendência de queda, respondendo à redução dos pedidos de falência”, diz a Boa Vista, em nota.

Na avaliação dos economistas da instituição, no entanto, “essa melhora na solvência das empresas não deve persistir até o fim do ano, dada a redução do crescimento da atividade econômica nos últimos períodos”.

A projeção é que o dado encerre 2014 com números similares aos de 2013.

No acumulado do ano, as falências decretadas caíram em julho (-0,2%), após uma série de desacelerações. Na comparação com o mesmo mês do ano passado, o recuo foi mais significativo (-27,5%). Apenas na margem foi registrado avanço (13,8%).

De janeiro a julho de 2014, os pedidos de recuperação judicial tiveram alta de 7,9%, ao passo que as recuperações judiciais deferidas caíram 8,7% ante igual período de 2013.