Pedido semanal de auxílio-desemprego atinge o maior nível em meses nos EUA

Os pedidos cresceram em 10 mil e o ajuste sazonal encerrou a semana de 24 de novembro em de 234 mil, o nível mais alto desde meados de maio

Washington – O número de pedidos de auxílio-desemprego nos Estados Unidos subiu para uma máxima de seis meses na semana passada, o que pode levantar preocupações de que o mercado de trabalho possa estar desacelerando.

Os pedidos iniciais de auxílio-desemprego aumentaram em 10 mil, para um ajuste sazonal de 234 mil na semana encerrada em 24 de novembro, o nível mais alto desde meados de maio, informou o Departamento do Trabalho nesta quinta-feira.

Economistas consultados pela Reuters previam que os pedidos cairiam para 220 mil na última semana.

O relatório pedidos desta quinta-feira também mostrou que o número de pessoas recebendo benefícios após uma semana inicial aumentou em 50 mil, para 1,71 milhão na semana encerrada em 17 de novembro.